Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Maior parte dos gases do efeito estufa emitida na região vem dos transportes

A maior parte dos gases do efeito estufa emitida na RMC (Região Metropolitana de Campinas) vem do transporte. 42% das 11,25 milhões de toneladas de gases são emitidas nas 20 cidades da região por meios de transporte. As informações são de dados preliminares da primeira edição do Inventário de Emissões de Gases do Efeito Estufa e Poluentes Atmosféricos da RMC.

Segundo a Prefeitura de Campinas, que divulgou os dados na última segunda-feira, 4,67 milhões de toneladas de gases responsáveis pelo aquecimento global foram liberados por carros, caminhões, ônibus e motos.

Outras 850 mil toneladas são emitidas por aviões, pelas aeronaves que pousam e decolam do Aeroporto Internacional de Viracopos, além de helicópteros que pousam e decolam de Paulínia, Americana, Monte Mor e Vinhedo.

O levantamento foi feito pela WayCarbon Soluções Ambientais, que venceu a licitação por R$ 420 mil, pagos com recursos do Fundo de Recuperação, Manutenção e Preservação do Meio Ambiente. As emissões são medidas em toneladas de dióxido de carbono equivalente, resultado das toneladas emitidas dos gases pelo potencial de aquecimento global.

De acordo com o secretário do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Campinas, Rogério Menezes, o estudo realizado na RMC, com base em dados de 2016, é inédito.

Ainda segundo o secretário Rogério Menezes, os resultados do estudo podem direcionar novas políticas públicas do ponto de vista ambiental.

A previsão é de que a primeira edição do Inventário de Emissões de Gases do Efeito Estufa e Poluentes Atmosféricos da RMC seja concluída definitivamente em março do próximo ano.

Imagem: Câmara Municipal de Campinas

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Rádio Brasil Campinas - A Rádio da Nossa Gente!