Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

16 mil exames do novo Coronavírus no Estado de São Paulo estão na fila de espera

O número de testes de confirmação do novo Coronavírus em São Paulo que estão na fila de espera chegou a 16 mil na última quarta-feira (1). Destes, 201 são de pessoas que morreram. A meta da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo é, à partir do próximo dia 10 de abril, conseguir realizar até oito mil testes diariamente.

As informações foram divulgadas nesta quarta em uma coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Paulista, com a participação de integrantes do Centro de Contingência do combate ao Coronavírus.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, o Instituto Adolfo Lutz, local de referência e responsável pela realização dos exames em São Paulo, tem uma capacidade atual pra fazer 1,2 mil testes por dia. Na avaliação dos integrantes do Centro de Contingência, com apoios de laboratórios privados e do Centro Estadual de Análises Clínicas, deverá ser possível, a partir do próximo dia 10 de abril, fazer até oito mil testes do novo Coronavírus no Estado de São Paulo.

O secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, contou que os exames dos casos suspeitos de pessoas que morreram seriam processados ainda na quarta. Ele também disse que aconteceram problemas nas últimas semanas com insumos necessários pra realização dos testes.

Na avaliação da Coordenadora do Centro de Contingência da COVID-19, Helena Sato, a atenção com os grupos de risco deve ser redobrada.

O Governo do Estado informou que chegaram nesta semana 20 mil kits de testes importados e 10 mil enviados pela Fundação Oswaldo Cruz, que serão distribuídos entre o Instituto Adolfo Lutz e outros laboratórios credenciados.

Imagem: EBC

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

A Voz do Brasil