Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Vitória Gomes

Pronunciamento de Jair Bolsonaro contraria as orientações do Ministério da Saúde e pede fim do isolamento social

Na noite da última terça-feira (24), o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido) fez um pronunciamento em TV aberta a respeito da pandemia do novo coronavírus. Em sua fala, Bolsonaro pede que o comércio e as escolas voltem a funcionar e que a população saia do “confinamento em massa”.

As medidas de quarentena que foram adotadas, desde a última segunda-feira, têm por objetivo evitar a aglomeração de pessoas para minimizar o contágio pela doença, que até esta quarta-feira (25) já registrou 46 mortes no Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

De acordo com o deputado federal Paulo Teixeira (PT) faltou responsabilidade no pronunciamento do presidente.

Durante o pronunciamento, Jair Bolsonaro contrariou todas as recomendações médicas do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde. Como justificativa, afirmou que a população deve voltar à normalidade para manter os empregos e o sustento das famílias.

Sobre isso, Paulo Teixeira esclareceu quais deveriam ser as medidas tomadas neste caso.

Questionado sobre quais seriam os possíveis desdobramentos políticos a partir de agora, o Deputado Federal afirma que Bolsonaro vai ter dificuldades na câmara.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Partitura