Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Afetados pela pandemia, estudantes e professores de SP vão ter atendimento psicológico

O programa Psicólogos da Educação foi lançado no começo da tarde desta quarta-feira (2), em coletiva de imprensa do Governo do Estado feita pela internet, direto do Palácio dos Bandeirantes. O objetivo da ação é contratar pelo menos mil profissionais da área para atender 3,5 milhões de estudantes e 250 mil professores e servidores da rede estadual paulista. A previsão é que o atendimento à distância vá ser feito em mais de cinco mil escolas a partir de novembro.

Ainda de acordo com o Governo de São Paulo, cada escola terá à disposição, no mínimo, cinco horas semanais de atendimento por um psicólogo. Quanto maior o número de alunos atendidos pela unidade, maior será a carga horária semanal disponibilizada pelos profissionais.

A contratação desses profissionais é uma demanda antiga, mas que foi reforçada por causa da pandemia do novo coronavírus. Em uma pesquisa apresentada durante a coletiva de imprensa, foi revelado que 50% dos professores indicam que estão preocupados com a saúde mental, enquanto 80% dos jovens dizem que o lado emocional tem atrapalhado nos estudos.

Na avaliação do secretário de Educação do Estado de São Paulo, Rossieli Soares, é um apoio necessário e que será feito pelo Poder Público.

Ainda de acordo com o secretário estadual de Educação, o programa lançado nesta quarta-feira vai ser mantido, mesmo depois do fim da pandemia do novo coronavírus.

Para ter acesso ao atendimento com psicólogos e psicólogas, as escolas de São Paulo terão de realizar agendamento por meio de uma plataforma específica. Valores sobre a contratação dos profissionais pelo Governo do Estado, no entanto, não foram divulgados até o fechamento desta reportagem. 

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Brasil Esporte Clube