Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Vitória Gomes

AME de Campinas deixará de ser hospital para tratamento da Covid-19

A Prefeitura de Campinas anunciou, nesta sexta-feira (28), durante live nas redes sociais, que o AME, Ambulatório Médico de Especialidades, inaugurado abril para tratar casos do novo coronavírus, vai deixar de ser referência para pacientes com o vírus e terá o atendimento reprogramado para outras comorbidades.

A afirmação foi feita pelo prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB). Durante o pronunciamento, o prefeito ainda informou que a transferência deve acontecer no mês de setembro.

“Nós construímos a AME ali do lado do Mario Gatti, começou um processo no meu primeiro mandato, entregamos agora nesse ano e vai ajudar muito no Mario Gatti, porque nós vamos poder deixar as salas de cirurgia do Mario Gatti para cirurgias maiores. As cirurgias menores serão feitas na AME”.

De acordo com a administração, não vai haver fechamento de vagas. Além disso, a AME deve atender cerca de 35 especialidades médicas e fazer cirurgias de modo que o paciente não precise dormir no hospital.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!