Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Apreensões de drogas em Viracopos aumentaram mais de 4% em 2018

O número de entorpecentes apreendidos nas remessas expressas do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, aumentou mais de 4% neste ano. Foram 196 registros entre janeiro e novembro de 2018 contra 178 casos nos doze meses do ano passado. As informações são da Receita Federal e foram divulgadas para a Rádio Brasil Campinas na sexta-feira.

Ainda segundo a receita, pelo menos 20 ocorrências ocorridas entre novembro e dezembro deste ano precisam ser registradas oficialmente.

A maioria das drogas apreendidas neste ano em Viracopos, na área de importação, era composta por maconha e entorpecentes sintéticos, como LSD e êxtase. Os materiais vieram geralmente dos Estados Unidos e de países da Ásia.

Já a maioria das drogas apreendidas em 2018 na área de exportação do aeroporto era composta por cocaína. Os destinos principais das drogas, caso não tivessem sido retidas na alfândega, seriam países da Europa e da África.

Segundo o auditor fiscal e delegado adjunto da Receita Federal no Aeroporto de Viracopos, Camilo Pinheiro Cremonez, os responsáveis pelo tráfico de drogas estão mais criativos atualmente.

Um exemplo da criatividade dos responsáveis pelo tráfico de drogas ocorreu na última terça-feira, quando o Grupo de Repressão da Receita Federal apreendeu 1,3 kg de cocaína em embalagens de xampu.

Ainda de acordo com o delegado Cremonez, a fiscalização do Poder Público precisa ser cada vez mais rígida.

Para dúvidas ou denúncias é necessário entrar em contato com a Ouvidoria da Receita Federal no site idg.receita.fazenda.gov.br/contato/ouvidoria

Imagem: Receita Federal

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Rádio Brasil Campinas - A Rádio da Nossa Gente!