Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Elias Aredes

Câmara de Vereadores de Campinas aprova LDO para 2023 e o Orçamento Impositivo

A Câmara Municipal de Campinas aprovou de maneira definitiva nesta segunda-feira, dia 27 de junho,
o projeto da lei de diretrizes orçamentárias (LDO) para 2023. O projeto teve os votos contrários dos seis
vereadores das bancadas do PT, PSOL e PCdoB.

De acordo com a apresentação encaminhada pela prefeitura, a previsão para 2023 é de que a receita
primária fique em R$ 6,6 bilhões. 

Já as despesas primárias devem ficar em R$ 6,8 bilhões. Ou seja, a primeira previsão é de que o
resultado primário pode ficar negativo em R$ 196,7 milhões.

O vereador Paulo Bufalo do Psol, reclamou da reprovação de suas emendas para destinar
financiamento para políticas de infância e juventude.

No entanto, o líder do governo na Câmara, Luiz Carlos Rossini, do PV, considera que o saldo é positivo
após a aprovação da LDO para 2023.

A votação também aprovou uma emenda que possibilita o orçamento impostivo. O mecanismo permite
aos vereadores definir emendas individuais no limite de 1,2% da receita corrente líquida prevista no
projeto encaminhado pelo Poder Executivo ao Legislativo.

Metade do valor deve ser destinada para a área da saúde. O mecanismo, no entanto, ainda depende de
aprovação do prefeito Dário Saadi, do Repúblicanos.

Reportagem Elias Aredes

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Experiência de Deus