Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Celina Silveira

Campanha da Fraternidade de 2021 pede diálogo e criação de pontes com grupos diferentes

O arcebispo Dom João Inácio Müller, lançou nesta quarta-feira (17) de cinzas a Campanha da Fraternidade de 2021 em Campinas.

O texto-base da Campanha critica a polarização e a violência contra as minorias, como mulheres, negros, indígenas e a população LGBTQI+.

O tema da Campanha deste ano é “Fraternidade e diálogo: compromisso de amor”. Segundo o arcebispo Dom João Inácio Müller, os cristãos devem se manter abertos a dialogar com quem pensa diferente para criar uma unidade.

A Campanha da Fraternidade é realizada desde 1964 e todos os anos lança um tema para ser discutido pelas autoridades e refletido pelos brasileiros, explica o monsenhor José Eduardo Meschiatti.

O texto-base da Campanha da Fraternidade deste ano revela os muros criados pela sociedade que devem ser transformados em pontes para o diálogo com grupos diferentes, explica o padre Cláudio Menegazzi.

Além das discussões propostas, a Campanha da Fraternidade de 2021 também tem o objetivo de recolher doações para o Fundo Nacional de Solidariedade e para o Fundo de Solidariedade da Arquidiocese de Campinas que vai contribuir com iniciativas sociais de geração de renda, afirma o monsenhor José Eduardo Meschiatti.

Uma das comunidades beneficiadas pelo Fundo será a ocupação Nelson Mandela, explica a coordenadora da Campanha da Fraternidade em Campinas, Vera Casarin.

As doações podem ser realizadas durante as missas presenciais ou para o Fundo de Solidariedade da Arquidiocese de Campinas.

Banco Bradesco
Agência 3088
C/C 9955-4

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Estação Brasil