Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Ericka Araújo

Campinas lança ambiente virtual para artesãos da cidade e vai disponibilizar cachê por produções

Artistas de Campinas, que estão em situação de vulnerabilidade, vão receber um cachê de R$ 500 por suas produções. Além disso, os artesãos da cidade, que integram a Feira do Centro de Convivência, vão ter um ambiente virtual para comercializar suas artes.

As medidas foram anunciadas na tarde de quinta-feira (21) pela equipe de governo do Município. Segundo o secretário de Relações Institucionais, Wanderley de Almeida, o objetivo é auxiliar os profissionais durante à pandemia do coronavírus.

“A Secretaria de Cultura está criando um ambiente virtual para venda dos produtos dos artesãos da Feira do Centro de Convivência e também estará publicando nos próximos dias um edital de chamamento pra classe cultural da cidade pra que ela possa aderir a este chamamento. Não é um auxílio, porque vai haver uma contrapartida de serviço”, informou Almeida.

Sobre o ambiente que deve ser disponibilizado aos artesãos da cidade, o secretário de Cultura, Ney Carrasco, esclareceu como deve ser seu funcionamento. “Nossa primeira e mais imediata atitude foi começar a trabalhar na construção de um ambiente virtual que eles pudessem ter uma loja na internet pra que eles pudessem vender seus produtos. Também decidimos que nós vamos colocar no Centro de Convivência, os nomes dos expositores com os seus contatos para que as pessoas possam entrar em contato com eles e fazer encomendas”, explicou Carrasco.

O edital para a convocação desses artistas deve ser publicado na próxima semana no Diário Oficial do município e prevê R$ 500 mil de investimento no projeto e deve contemplar até mil projetos.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Em Romaria