Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Campinas não terá toque de recolher e fechamento de serviços essenciais; Governo de SP recomenda o contrário na fase emergencial 

A Fase Emergencial do Plano SP, que prevê medidas mais rígidas pra conter o avanço da pandemia da Covid-19, começou nesta segunda-feira (15) em Campinas. No entanto, duas ações recomendadas pelo Governo Paulista não serão adotadas na maior cidade da região e a terceira mais populosa do Estado: o toque de recolher das 20h às 5h e o fechamento dos serviços essenciais durante a noite. O decreto, apresentado em uma coletiva de imprensa feita na última sexta-feira (12), com todas as regras pro município foi publicado em edição extra do Diário Oficial no último sábado (13). 

A Fase Emergencial do Plano SP vai seguir até 30 de março. Nesta nova fase, lojas de materiais de construção, que na Fase Vermelha podiam funcionar com atendimento presencial, só poderão atuar com delivery ou drive-thru. O mesmo vale pros demais serviços. As igrejas e templos poderão ficar abertos, porém sem atividades coletivas. Outra mudança na Fase Emergencial é com relação ao teletrabalho, que passa a ser obrigatório pros serviços que não são essenciais. Pra padarias, supermercados, atacadistas e comércios em geral que vendam alimentos e produtos de limpeza, o funcionamento segue sem mudanças.

Ainda segundo a Prefeitura de Campinas, as feiras livres de hortifruti e alimentos continuam autorizadas a funcionar, sem consumo local; as de artesanato e culturais seguem suspensas. As vendas presenciais de veículos só poderão ser realizadas on-line, com entrega mediante delivery ou retirada no local. Mas poderão funcionar normalmente pra manutenção. Na Fase Emergencial, as atividades presenciais em todos os níveis de ensino, seja público ou privado, seguem suspensas. A exceção será apenas pra cursos técnicos e superiores da área da Saúde.

Segundo o secretário de Justiça de Campinas, Peter Panutto, há um motivo pra não adoção do toque de recolher e do fechamento de serviços essenciais durante a noite.

Perguntado sobre qual seria o limite pra conter o avanço da pandemia do novo coronavírus, o prefeito Dário Saadi (Republicanos) respondeu que é necessário que a população entenda a emergência da situação.

Ainda na coletiva de imprensa foi lançado o Painel Covid-19, pro monitoramento de dados da pandemia em Campinas. A ferramenta on-line já está disponível no site da Prefeitura, em covid-19.campinas.sp.gov.br

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

O Terço