Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Guilherme Maldaner

Complicações pós-Covid-19 geram tratamentos nas unidades de Campinas e secretaria estrutura rede de monitoramento

Um levantamento feito com 944 pacientes que tiveram alta após ter contraído o novo coronavírus em 2020, em Campinas, mostrou que 747 precisaram de acompanhamento em unidades de saúde por conta de complicações.

Este índice preliminar, de 20,8% do total, demonstrou a necessidade de a Secretaria de Saúde estruturar uma rede de cuidados e monitoramento.

O levantamento foi conduzido pelo médico Augusto Cesar Lazarin, que trabalha como apoio técnico do Departamento de Saúde de Campinas. Segundo ele, as complicações mais comuns foram a fadiga, falta de ar e dor no peito.

Além disso, outros pacientes apresentaram alteração na taxa de açúcar no sangue, problemas renais e psicológicos e inflamações cardíacas.

Lazarin afirmou que ainda não é possível definir por quanto tempo o paciente vai continuar com complicações. Ele também disse que a rede pública oferece grande parte dos tratamentos necessários.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

A Voz do Brasil