Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Giovanna Giuga

Contágio cresce e RMC segue sem indício de estabilização de covid-19

O novo coronavírus segue avançando nas cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas), que registrou aumento de 2,47% no contágio da nova doença nas últimas duas semanas. O levantamento é do Observatório PUC-Campinas e as semanas de estudo são as de 28 de junho a 4 de julho.

Com o aumento do contágio, pesquisadores da PUC indicam que ainda não há estabilização da pandemia na região, apesar da redução no período de 2,3% de novas mortes.

Além disso, o DRS (Departamento Regional de Saúde) VII, de Campinas, ultrapassou a Baixada Santista em número de casos e mortes, passando a ocupar a segunda posição no Estado de São Paulo. Isso também causou preocupação no governo do Estado, que colocou a região como uma das áreas ‘estressantes’ em relação aos sistemas de saúde de São Paulo.

Por esse e outros motivos, os especialistas responsáveis pela análise afirmam que é preciso observar o comportamento das curvas nas próximas semanas para ver se estamos, de fato, entrando em uma fase de estabilização da pandemia ou se trata de uma variação pontual.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!