Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Dário Saadi decreta toque de recolher em Campinas a partir de quinta; secretário de Justiça diz “que ainda não é um lockdown”

A cidade de Campinas terá um toque de recolher a partir da próxima quinta-feira (18), das 20h às 5h. É uma medida mais rígida pra conter o avanço da pandemia do novo coronavírus, que resulta em cada vez mais casos, internações e mortes no Município. As informações foram divulgadas em uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira (16) no Palácio dos Jequitibás, sede da Prefeitura.

Até o fechamento desta reportagem tinham sido confirmados em Campinas 483 novos casos, com 23 novas mortes. A cidade conta agora com 75.198 ocorrências de pessoas com Covid-19, com 2.041 óbitos pela doença.

O toque de recolher até então, pelo menos em Campinas, era apenas uma recomendação do Governo do Estado em meio à Fase Emergencial do Plano SP. Quem estiver circulando pelas ruas da cidade entre 20h e 5h será abordado por agentes da Guarda Municipal, ou da Polícia Militar ou da Vigilância Sanitária. As pessoas deverão justificar o motivo de estarem nas ruas, por meio da apresentação de documentos, por exemplo.

Outras medidas anunciadas pela Prefeitura de Campinas, que estarão contidas em um decreto, são: Todos os serviços que utilizam drive-thru só poderão funcionar até as 20h. As entregas de comida, via delivery, e itens essenciais, por exemplo, continuam permitidas. Padarias, supermercados e lojas de conveniência de postos de combustíveis também deverão encerrar as atividades às 20h.

A Administração Municipal também determinou que, além dos frequentadores de festas clandestinas, poderão ser multadas e levadas pra delegacias as pessoas que fizerem reuniões familiares com mais de dez pessoas. Nesses casos a multa aplicada será de aproximadamente R$ 3 mil, com os responsáveis sendo indiciados por descumprir medidas sanitárias que impeçam doenças contagiosas. A Guarda Municipal e outras corporações farão barreiras sanitárias em pontos estratégicos de Campinas.

Segundo o prefeito Dário Saadi (Republicanos), a capacidade de ação do Poder Público está cada vez menor.

Ao explicar as novas regras que vão começar a vigorar na quinta-feira, o secretário de Justiça de Campinas, Peter Panutto, afirmou que não trata-se de um lockdown. Pelo menos por enquanto.

Caso você ouvinte da Rádio Brasil queira denunciar alguma aglomeração ou evento clandestino em Campinas, deve ligar pros seguintes números de telefone: 160, ou 153 ou 156.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Notícias em 30