Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Detran do Estado de São Paulo investiga transferência de pontuação de multas

O Detran (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo) identificou 250 CNHs (Carteiras Nacionais de Habilitação) que estão hospedando pontos de infrações cometidas por outros condutores. A prática é ilegal e, além das sanções administrativas, o responsável pode ser acusado de falsidade ideológica.

Segundo a Autarquia, o levantamento está sendo realizado desde o começo deste ano por um núcleo especializado. A fiscalização já resultou na abertura de 150 processos administrativos. Quando isto ocorre, as CNHs dos hospedeiros são bloqueadas e os pontos retornam para o condutor de origem.

Para o diretor de Habilitação do Detran de São Paulo, Raul Vicentini, o trabalho feito pela Autarquia é importante para combater irregularidades no sistema de pontuação de infrações.

Ainda de acordo com a Autarquia, Carteiras de Habilitação com 50 pontos ou mais ao longo de 12 meses já são suficientes para abrir uma investigação. Além disso, outros fatores levantam suspeita de uma CNH hospedeira. Um deles é a diversidade de placas de veículos, sem que todos sejam de propriedade do condutor indicado. O núcleo checa inclusive se os veículos pertencem a familiares.

Também segundo o diretor de Habilitação do Detran de São Paulo, Raul Vicentini, a investigação vai ser ampliada para todas as partes do Estado.

Denúncias sobre a transferência de pontos para outras CNHs podem ser feitas à Ouvidoria do Detran por meio do site www.detran.sp.gov.br. Na denúncia, o cidadão pode relatar o caso, detalhar as informações com nomes, dias, horários, locais, entre outros dados. O sigilo é garantido.

Imagem: EBC

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Espaço Cidadão