Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Ericka Araújo

Em protesto contra a Reforma da Previdência policiais civis suspendem atividade

Policiais civis de todo o país paralisaram suas atividades na tarde de segunda-feira. A suspensão foi em protesto contra a Reforma da Previdência que tramita no Congresso nacional. A decisão foi tomada pela Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) e a União dos Policiais do Brasil (UPB).

Em Campinas, a concentração para a manifestação começou às 14h em frente ao 1º Distrito Policial, na rua Sebastião de Souza, nº 150, no Centro e, às 16h os agentes públicos se reuniram em frente a 2ª Delegacia Seccional, na rua Oswaldo Oscar Barthelson, nº 713, no Jardim Londres.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Campinas e Região (Sinpol Campinas) e da Federação Interestadual dos Trabalhadores Policiais Civis da Região Sudeste (Feipol Sudeste), Aparecido Lima de Carvalho, ressaltou os pontos negativos do texto da reforma que motivou a paralisação.

Carvalho também destacou a falta de compromisso do Governo Federal.

O economista e professor da PUC Campinas Eli Borochovisius comentou sobre o lado positivo e negativo do texto proposto pelo governo.

No próximo dia 21, os policiais civis pretendem realizar um ato em Brasília, com a concentração de agentes da Segurança Pública de todo o país.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Rádio Brasil Campinas - A Rádio da Nossa Gente!