Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Especialistas avaliam se estamos preparados para sermos uma sociedade de idosos

A Fundação Seade divulgou nesta semana um estudo sobre o número de nascimentos no Estado de São Paulo. Na Região Metropolitana de Campinas foram registrados no ano passado 90.151 bebês que nasceram vivos. Isso correspondente a 15% do total de todo o Estado. No entanto, a quantidade é quase 2% menor do que a registrada no ano 2000, quando aconteceram 91.468 nascimentos na região de Campinas.

Ao mesmo tempo em que menos bebês nascem, o número de pessoas idosas está cada vez maior. Ainda segundo a Fundação Seade, em outra pesquisa, a taxa de crescimento populacional da região de Campinas vai diminuir cada vez mais nos próximos anos, até se tornar negativa. Isso significa que, a partir de 2030, o número de pessoas com mais de 60 anos de idade vai superar o de crianças e adolescentes com menos de 15 anos.

Para a geriatra Daniela Gracioli de Almeida Bacha, do Hospital Vera Cruz, as pessoas estão ficando mais conscientes sobre a importância de se preparar pra uma velhice mais saudável.

Apesar disto, ainda de acordo com a geriatra, mais informações sobre como envelhecer com boa saúde precisam chegar até às pessoas.

Segundo o economista Pedro Lula Mota, formado pela Unicamp e gestor de portfólio da Vérios Investimentos, o aumento do número de idosos na região é um fenômeno que acontece em todo o mundo. E com consequências financeiras.

Ainda de acordo com o economista, é necessário que os contribuintes comecem um planejamento financeiro enquanto ainda são mais jovens, pra não dependerem das aposentadorias vindas do Poder Público.

Mais detalhes sobre as pesquisas da Fundação SEADE estão disponíveis no site seade.gov.br

Imagem: Eduardo Bovo – EBC 

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Rádio Brasil Campinas - A Rádio da Nossa Gente!