Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Especialistas repercutem dados sobre mortes no trânsito na região de Campinas

A quantidade de mortes em acidentes de trânsito em julho deste ano aumentou em quatro das dez cidades com mais habitantes da região de Campinas. Os dados são do Infosiga (Sistema de Informações de Acidentes de Trânsito), órgão administrado pelo Governo do Estado de São Paulo.

Os aumentos foram registrados em Sumaré, Indaiatuba, Piracicaba e Santa Bárbara d´Oeste. Ao mesmo tempo, o número de mortes caiu em Campinas, Limeira, Mogi Guaçu e Valinhos, enquanto que em Americana e Hortolândia não houve mudança em relação aos dados registrados em julho do ano passado.

Ainda segundo o Infosiga, foram registradas 28 mortes em acidentes de trânsito nestas dez cidades durante o mês de julho deste ano. No mesmo período de 2018 foram 33 óbitos. Ou seja, uma queda de mais de 15%.

Em Campinas, maior cidade da região e uma das maiores do Estado e do Brasil, foram registradas nove mortes no mês passado. Em julho de 2018 foram contabilizados dezesseis óbitos em acidentes de trânsito.

Segundo a coordenadora do Programa Respeito à Vida, que administra os dados do Infosiga, Silvia Lisboa, as políticas públicas adotadas pelas cidades e pelo Estado explicam estes dados.

No entanto, para o professor da Faculdade de Engenharia Civil da Unicamp e mestre em Transportes, Creso de Franco Peixoto, é necessário que mais informações sejam divulgadas. Isto vai ajudar em um maior entendimento sobre as consequências dos acidentes de trânsito e suas causas.

O Programa Respeito à Vida foi criado com a missão de atuar como agente articulador para a promoção de ações com foco na redução de acidentes de trânsito.

Gerido pela Secretaria de Governo, envolve mais oito pastas da administração estadual.

O Respeito à Vida, além de responsável pela gestão do Infosiga, mobiliza a sociedade civil por meio de parcerias com empresas e associações do setor privado, além de entidades do terceiro setor.

Imagem: CNTLL

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Povo de Deus