Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Falta de chuva aumenta a preocupação das prefeituras com o abastecimento de água

A baixa umidade relativa do ar, as altas temperaturas e a falta de chuvas registradas nas últimas semanas ligaram o sinal amarelo em algumas prefeituras da região de Campinas. Em Valinhos, por exemplo, o prefeito Orestes Previtale (DEM) decretou na última segunda-feira (14) situação de emergência por causa da queda na oferta de água pro abastecimento da cidade.

Nos últimos seis meses foram registrados em Valinhos 189 milímetros de chuva, enquanto a média histórica para o período é de 403 milímetros. Ou seja, uma queda superior a 53%. 

No aspecto regional a situação não é muito diferente. Segundo o Cepagri, o Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura da Unicamp, foram registrados entre março e agosto deste ano 155,4 milímetros de chuva. A média pro período é de 405,5 milímetros. É a estiagem mais forte, pro período, desde o início da série histórica em 1990.

Na avaliação do secretário executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz, a situação, de forma geral e pras grandes cidades, é estável. No entanto, alguns municípios captam água de outras fontes, fora das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. E justamente estas cidades podem ter algumas dificuldades.

Ainda segundo o secretário executivo do Consórcio PCJ, cabe neste momento às prefeituras e as empresas de saneamento fazer vistorias em todos os reservatórios de água das cidades, pra verificar eventuais falhas técnicas, como vazamentos por exemplo. Além disto, é necessário manter a comunidade informada de que estamos em uma forte estiagem. A ideia, de acordo com Francisco Lahóz, é incentivar o uso consciente da água e apenas pras necessidades básicas.

Por fim o secretário executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz, disse que a educação ambiental, em momentos como esse, deve ser reforçada por ações do poder público e da iniciativa privada.

Caso você queira saber mais detalhes sobre o decreto de situação de emergência em Valinhos é necessário acessar o site valinhos.sp.gov.br. Já pra mais informações sobre o clima na região é possível entrar no site do Cepagri em cpa.unicamp.br

Imagem: EBC

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!