Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Celina Silveira

Faturamento de bares e restaurantes da RMC cai e expectativa do setor é de novas demissões

O faturamento em bares e restaurantes da RMC caiu 60% em 2020, segundo a Abrasel, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes.

A justificativa foi o fechamento do comércio nos primeiros 140 dias de pandemia no estado de São Paulo, medida necessária para conter a disseminação do novo coronavírus. 

Na fase mais crítica, os bares e restaurantes puderam atender a demanda apenas no sistema de entregas e retiradas, o que aumentou a procura por motoboys e a demissão de atendentes, explica Christian Fioravante.

A expectativa da Abrasel era que em 2020 o setor de restaurantes e bares tivesse aumento de 4% no faturamento. Para Fioravante, apesar da pandemia ter impactado as vendas, o setor já era influenciado pela crise econômica.

Além da queda de 60% observada nos bares e restaurante da RMC, cerca de 15 mil funcionários foram demitidos na região e ⅓ dos estabelecimentos precisaram encerrar as atividades. 

Em meio a pandemia, a pequena empresária Crismaira Michelini encontrou no setor de restaurantes uma fonte de renda para não perder o espaço que antes usava para vender açaí. 

Segundo Crismaira, os antigos funcionários precisaram ser demitidos e o estabelecimento funciona agora como uma fonte de renda familiar.

Para 2021, as expectativas da Abrasel não são otimistas. Segundo a Associação, nos próximos 30 dias existe a possibilidade de 3 mil empresas da RMC fecharem as portas e 10 mil funcionários serem demitidos.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!