Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Governo de São Paulo não descarta nova prorrogação da Fase Emergencial contra a Covid-19

O Governo de São Paulo não descartou uma segunda prorrogação da Fase Emergencial do Plano SP, que restringe ao máximo as atividades não essenciais no Estado em meio à pandemia do novo coronavírus. A posição, divulgada em uma coletiva de imprensa realizada na última quarta-feira (7) no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Paulista, foi uma resposta a uma pergunta sobre a possibilidade da manutenção das medidas da Fase Emergencial, iniciada em 15 de março e prorrogada até 11 de abril. Ela terminaria, na primeira vez, em 30 de março.

A Fase Emergencial determina, em todo o Estado, um toque de recolher nas 645 cidades todos os dias, entre 20h e 5h, além de impedir o acesso a parques e praias. Qualquer tipo de aglomeração está proibida e o uso de máscaras deve ser intensificado em qualquer ambiente interno ou externo de acesso público.

De acordo com o médico e coordenador do Centro de Contingência contra a Covid-19 do Governo de São Paulo, Paulo Menezes, a redução, nas últimas semanas, de 2,4% dos novos casos e de 5,54% das internações causadas pelo vírus é importante. No entanto, uma avaliação geral sobre a pandemia será passada ao governador João Dória (PSDB), pra que ele possa decidir sobre o futuro da Fase Emergencial do Plano SP.

Questionado se aceitaria uma nova prorrogação, caso houvesse uma recomendação expressa da área médica, o governador João Dória desconversou de forma breve.

Uma nova coletiva de imprensa sobre o tema está prevista pra ser realizada às 12h45 de sexta-feira (9). Mais informações sobre o combate à pandemia da Covid-19 em São Paulo estão no site saopaulo.sp.gov.br.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Destaques