Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Governo de São Paulo nega relação entre morte de voluntário da CoronaVac com a vacina 

A direção do Instituto Butantan e a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo negaram nesta terça-feira (10) que exista uma relação entre o evento adverso grave com a vacina CoronaVac. Os testes do imunizante, realizados desde julho no Brasil, foram suspensos pela Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, na noite de segunda-feira (9).

Um efeito adverso grave pode ser causado, segundo a Anvisa, por um efeito clínico relevante até uma morte, por exemplo. Com a decisão mais ninguém poderá receber a vacina CoronaVac até uma nova decisão da agência, que se baseia em orientações de um comitê de especialistas independente.

Já os representantes do Governo de São Paulo, que não especificaram os motivos do efeito adverso grave por uma questão de sigilo, alegaram que comunicaram a Anvisa no prazo estabelecido sobre o caso e lamentaram a suspensão dos testes. O Instituto Butantan, mantido pelo Governo Paulista, é o responsável pela produção da CoronaVac em parceria com o laboratório chinês SinoVac e também pelos testes do imunizante no Brasil.

Segundo o médico e diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, não há em tese motivos pra suspensão dos testes da vacina. Vários veículos de comunicação publicaram que o voluntário em questão morreu, mas o fato não foi detalhado durante a coletiva de imprensa.

Na avaliação do secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, as avaliações sobre o caso não poderão ser políticas.

Dirigentes da Anvisa deram uma entrevista coletiva na tarde desta terça-feira. Eles informaram que comunicaram o Instituto Butantan no prazo adequado sobre a suspensão do estudo e que uma nova decisão sobre os testes só acontecerá após uma avaliação do comitê independente de especialistas. Não há prazo, no entanto, pra isso acontecer.

Imagem: Governo do Estado de São Paulo

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!