Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Governo de SP recua e não anuncia mais restrições contra a Covid; mais 338 leitos vão ser abertos no Estado

Nenhum endurecimento das atuais medidas de restrição e de combate à pandemia da Covid-19 foi anunciado nesta quarta-feira (10) pelo Governo de São Paulo. Isso apesar dos recordes de novos casos, internações e de óbitos causados pelo novo coronavírus, com mais de dois milhões de contaminações e 62 mil mortes.

Durante a coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, que foi atrasada por quase 15 minutos em relação ao horário previamente marcado, era esperada a divulgação de medidas como a restrição dos horários de funcionamento de atividades essenciais, como postos de combustíveis e supermercados. Até a paralisação do Campeonato Paulista de Futebol, com recomendação do MP, era especulada por vários veículos de comunicação, inclusive com fontes no Governo de São Paulo. No entanto, nada disso aconteceu.

Um pouco antes das 11h uma fonte da Rádio Brasil Campinas no Palácio dos Bandeirantes informou que uma restrição do Plano São Paulo pra uma eventual fase roxa, nunca anunciada oficialmente, não seria feita nesta quarta. O foco desta coletiva seriam ações em prol dos hospitais do Estado, superlotados em várias cidades da região metropolitana da Capital Paulista, do interior e do litoral.

Na abertura da coletiva, o governador João Dória (PSDB), que não explicou o motivo pro atraso do encontro com os jornalistas, voltou a dizer que estamos no pior momento da pandemia. Mas não citou novas restrições.

De acordo com o médico e coordenador do Centro de Contingência contra a Covid-19 do Governo de São Paulo, Paulo Menezes, se o atual ritmo da pandemia continuar, mais ações deverão ser tomadas contra o novo coronavírus. Mas não especificou quais seriam e quando isso tudo deve ser feito.

Ainda na coletiva de imprensa foi anunciada a abertura de mais 338 leitos em março pra atender casos graves de Covid-19 em diferentes regiões do Estado. O número contabiliza 171 leitos de enfermaria e 167 de UTI em hospitais estaduais, municipais e filantrópicos. 

Imagem: Governo do Estado de São Paulo

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Destaques