Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Governo do Estado monitora casos de Coronavírus em abrigos e asilos de idosos

Os casos de mortes de idosos por Coronavírus em abrigos ou asilos em cidades do interior, como Hortolândia e Piracicaba na região de Campinas e em Serrana, perto de Ribeirão Preto, estão sendo acompanhados pelas secretarias de Saúde e do Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo. A afirmação foi feita durante uma coletiva de imprensa, realizada no começo da tarde da última quarta-feira (6), no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Paulista.

Em Hortolândia, por exemplo, seis idosos morreram recentemente pela doença, enquanto outros 13 também tiveram a contaminação pela doença confirmada.

Segundo o secretário de Saúde do Estado, José Henrique Germann, um trabalho em conjunto está sendo realizado pra apoiar os grupos mais vulneráveis ao novo Coronavírus, como as pessoas acima dos 60 anos.

Na avaliação do médico e coordenador do Centro de Contingência do novo Coronavírus em São Paulo, David Uip, todos os cuidados com a população idosa devem ser reforçados.

A secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Célia Parnes, afirmou que a pasta está monitorando dos idosos com casos suspeitos e confirmados de Coronavírus diariamente.

Na coletiva de imprensa também foi anunciado o repasse de R$ 3 milhões aos 589 centros de acolhimento de idosos do Estado, que reúnem 19,2 mil pessoas com 60 anos ou mais.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!