Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Grito dos Excluídos movimenta sociedade em meio à pandemia da Covid-19

O Grito dos Excluídos, realizado durante a Semana da Pátria desde a década de 1990, também foi afetado pelo novo coronavírus. Com o cancelamento dos desfiles cívicos, e com a recomendação das autoridades e de especialistas em saúde pra que aglomerações sejam evitadas, ações virtuais foram realizadas na região de Campinas nesta segunda-feira (7), dia da Independência do Brasil. Atos presenciais, no entanto, também foram registrados.

O Grito dos Excluídos é um movimento apartidário, com iniciativa da Igreja Católica, que começou em 1995. Trata-se de uma crítica com o objetivo de defender pessoas e grupos menos favorecidos em várias frentes, como a ambiental, a social, entre outras. É o que explicou o vigário geral da Arquidiocese de Campinas, monsenhor José Eduardo Meschiatti.

A Arquidiocese de Campinas promoveu, por meio de suas pastorais, ações virtuais pra edição deste ano do Grito dos Excluídos. As lives, ou transmissões ao vivo, foram acompanhadas por apresentações musicais, palestras e demais eventos feitos pela internet.

Um ato presencial, no entanto, também foi realizado em Campinas nesta segunda-feira. Uma passeata promovida pela Apeoesp, sindicato que representa os professores da rede estadual de ensino, foi feita nesta manhã entre o Largo do Rosário e o Largo do Pará, por meio da Avenida Francisco Glicério.

A principal pauta da passeata foi a contrariedade da categoria pra volta das aulas presenciais no Estado, autorizada previamente pra depois de 8 de outubro.

De acordo com a conselheira estadual Apeoesp, Suely Fátima de Oliveira, que também é integrante do Conselho Municipal de Educação de Campinas, a defesa dos direitos dos trabalhadores deve ser feita por toda a sociedade.

A Arquidiocese de Campinas segue com uma campanha pra arrecadação de alimentos pra comunidades socialmente desfavorecidas durante a Semana da Pátria. Caso você ouvinte queira saber mais informações à respeito, inclusive sobre o Grito dos Excluídos, é necessário acessar o site da Arquidiocese em arquidiocesecampinas.com

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Estação Brasil