Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Hospital PUC-Campinas faz, pela primeira vez, cirurgia cerebral com uma paciente acordada

O Serviço de Neurocirurgia do Hospital PUC-Campinas fez, na última segunda-feira (29), a craniotomia com neuromonitorização acordada em uma paciente. Foi a primeira vez que a cirurgia foi realizada no hospital.

O procedimento, também conhecido como “Awake Craniotomy”, foi realizado no cérebro de uma mulher de 45 anos de idade moradora de Serra Negra. Ela sofria com crises convulsivas, que não eram controladas com medicação e outros tratamentos comuns.

A equipe, sob responsabilidade do neurocirurgião Raphael Sangenis, identificou uma lesão na região frontal esquerda do cérebro da paciente. O local é responsável pela fala, fluência, reconhecimento de objetos, pessoas e leitura.

Segundo o médico Mateus Deltreggia, que fez parte da equipe responsável pela cirurgia, as condições da paciente colaboraram para o uso do novo procedimento.

A cirurgia no Hospital PUC-Campinas durou aproximadamente cinco horas e foi, segundo os responsáveis, bem sucedida. Nenhuma consequência negativa para a paciente foi detectada após o procedimento.

Para o médico Mateus Deltreggia, a craniotomia com neuromonitorização acordada possui menos riscos em relação a outros tipos de procedimento.

A paciente, que não teve o nome divulgado, está na UTI mas passa bem. Ela deve ser transferida na quarta-feira para um quarto do Hospital PUC-Campinas, onde deve ficar mais dois dias em observação.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Brasil Esporte Clube