Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Indústria da região tem demissões pelo terceiro mês consecutivo

O saldo entre contratações e demissões na indústria da região de Campinas ficou negativo no mês de janeiro. É o terceiro mês consecutivo que isto ocorre. Também é a primeira vez, desde 2012, que mais pessoas são demitidas do que contratadas no mês de janeiro. Os dados são da direção regional do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e foram divulgados na manhã da última terça-feira.

De acordo com o Ciesp, 450 demissões ocorreram no mês passado em 429 empresas conveniadas de 19 cidades da região de Campinas. Em dezembro de 2018 foram 650 postos de trabalho fechados e em novembro do ano passado foram outras 500 dispensas.

Esta situação, segundo o diretor do Centro das Indústrias da região de Campinas, José Nunes Filho, causa muita preocupação.

Ainda segundo a direção do Ciesp, a última vez que mais demissões do que contratações ocorreram em janeiro nas indústrias regionais foi em 2012, quando 100 postos formais de trabalho foram fechados.

Para o diretor regional do Centro das Indústrias, José Nunes Filho, a principal causa para esta situação é a falta de crédito bancário disponível para empresas da área industrial.

Apesar dos números recentes serem negativos, a expectativa da direção regional do Ciesp é de que ocorram mais investimentos e, consequentemente, mais empregos sejam gerados na indústria. Isto é o que espera José Nunes Filho.

Para mais informações sobre o assunto acesse o seguinte site: www.ciespcampinas.org.br

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Povo de Deus