Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Ericka Araújo

Inquérito aponta quatro vezes mais infectados por Covid-19 em Campinas

Mais de 27 mil moradores de Campinas já foram infectados pela Covid-19. É o que apontou um inquérito realizado pela prefeitura de Campinas, por meio da Secretaria de Saúde, em conjunto com a Unicamp durante o mês de junho. O balanço da testagem foi divulgado na tarde de segunda-feira (29) durante transmissão nas redes sociais pelo prefeito Jonas Donizette.

De acordo com os dados divulgados, a predominância de casos foi na região Noroeste, que compreende os Distritos do Campo Grande e do Ouro Verde, com 3,68%, e a região Sudoeste, onde ficam os bairros Campos Elíseos e Vila União, foi a segunda região com maior prevalência de casos, com 2,27%.

Durante a apresentação, o secretário de Saúde, Carmino de Sousa, o levantamento apontou que Campinas tem cerca de quatro vezes mais pessoas infectadas do que as notificadas pelos órgãos de Saúde, ou seja, a cada quatro pessoas com a Covid-19, uma é notificada.

Ele destacou que o número é inferior ao restante do Brasil, que tem um índice de sete a dez vezes maior que as notificações, de acordo com pesquisa da Universidade de Pelotas.

“A sub-notificação em vários locais no mundo, inclusive no Brasil, é sempre colocado entre sete e dez vezes. Isso não acontece em Campinas. Aqui é 3.8, quer dizer, a nossa sub-notificação é menor. Nós estamos tendo mais capacidade de reconhecer casos e de fazer diagnóstico”, esclareceu Carmino.

Ainda durante a divulgação dos dados, o prefeito Jonas Donizette destacou a importância da máscara e do álcool gel ao sair de casa. “Os número batem com as orientações que falamos. Quem usa a máscara sempre tem uma chance menor de se contaminar, quem usa às vezes têm maior chance”.

A faixa etária predominante é de 20 a 59 anos, com média de 49 anos, sendo que a maioria é homem. Além disso, os motivos principais para sair de casa apontados pelo moradores foram: alimentação, trabalho, lazer e visitar parentes.

A testagem foi realizada entre 9 e 20 de junho em todas as regiões da cidade. Uma segunda testagem poderá ser realizada em Campinas a partir de 20 de julho. A realização do trabalho ainda está em estudo.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Estação Brasil