Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Jonas segue linha do Governo de SP e nega haver segunda onda da Covid em Campinas

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), e o secretário Municipal de Saúde, Cármino de Souza, comentaram sobre a possibilidade de uma segunda onda da pandemia da Covid-19 na cidade. No entanto eles negaram que isso esteja acontecendo neste momento. 

As declarações foram feitas no fim da manhã desta sexta-feira (13) durante uma coletiva de imprensa feita pela internet, direto do Palácio dos Jequitibás, sede da Prefeitura de Campinas.

O prefeito de Campinas e o secretário de Saúde da cidade adotaram a mesma linha usada na coletiva da última quinta-feira (12) do Governo de São Paulo. O secretário de Saúde do Estado de São Paulo, o infectologista Jean Gorinchteyn, afirmou que os dados atuais da pandemia não indicam uma segunda onda no território paulista.

Os governos estadual e municipal se manifestaram após uma reportagem, publicada por vários veículos de comunicação como o Estadão e o El País, informar que hospitais privados da Capital Paulista estão com um novo aumento de internações por causa da Covid-19. 

De acordo com o secretário de Saúde de Campinas, Cármino de Souza, apesar dos dados não indicarem uma segunda onda da Covid-19 neste momento, a situação está sendo monitorada.

Segundo o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, existem diferenças entre os dois sistemas de saúde, o público e o privado. E essas diferenças ajudam a explicar sobre os leitos ocupados no setor público e no privado.

Até o fechamento desta reportagem tinham sido confirmados em Campinas 39.891 casos da Covid-19, com 1.340 mortes. Já se recuperaram da doença 38.115 pessoas da cidade.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!