Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Maior parte dos industriais tiveram efeitos negativos em seis meses da pandemia

A direção regional do CIESP, o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, fez uma pesquisa sobre a opinião dos industriais após seis meses do começo da pandemia do novo coronavírus no Brasil. A redução das vendas, a queda da demanda e as dificuldades pra fazer pagamentos são algumas das consequências apontadas pelos responsáveis pelas indústrias da região de Campinas.

As avaliações foram divulgadas na manhã desta terça-feira (22) em uma coletiva de imprensa transmitida pela internet.

Na sondagem industrial do mês de agosto, 64% dos industriais que participaram da pesquisa apontaram que a pandemia da Covid-19 gerou efeitos negativos. Pra 68% dos empresários houve uma redução das vendas de produtos ou serviços comercializados desde o começo da crise. 

Já 68% dos entrevistados também disseram que aconteceu uma queda na demanda com a pandemia, enquanto 63% deles tiveram dificuldades em fazer pagamentos de rotina, como quitação de impostos, de fornecedores, de salários, entre outros.

Segundo o diretor titular do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo em Campinas, José Nunes Filho, apesar dos impactos negativos, a recuperação econômica está em andamento. Isso é explicado pela falta de insumos pra produção de alguns setores. “E também tivemos um aumento significativo no setor de produção de embalagens. Os estoques dos insumos devem ser regularizados nos próximos meses. E isso é um sinal positivo da retomada da economia”, disse.

Outras informações divulgadas na coletiva de imprensa do CIESP foram sobre o comércio exterior, medido em bilhões de dólares. Houve uma queda do valor exportado em produtos e serviços neste ano pelas indústrias regionais de 26,7%. A importação também teve uma queda no mesmo período. Na avaliação do diretor de Comércio Exterior do CIESP em Campinas, Anselmo Riso, o setor automotivo foi um dos que mais se destacaram neste período, mas de forma negativa. “No ano passado o setor chegava a ser um dos maiores de exportação e importação. A queda foi muito grande”, explicou.

O CIESP Campinas conta atualmente com 494 empresas associadas, distribuídas em 19 cidades da região. O faturamento conjunto dessas empresas é de mais de R$ 41 bilhões por ano.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Povo de Deus