Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Giovanna Giuga

Médicos vão à polícia após suposta agressão no Hospital de Campanha em Campinas

Um grupo de médicos do Hospital de Campanha de Campinas procurou a Polícia Civil para registrar um boletim de ocorrência por lesão corporal, ameaça e injúria contra filhos de uma paciente que morreu por covid-19 na quinta-feira (2). De acordo com os profissionais, quando foram comunicar o óbito da idosa, de 75 anos, os familiares não aceitaram a notícia e partiram para agressão.

Segundo os profissionais de saúde, a paciente deu entrada na unidade no dia 26 de junho e seu estado de saúde havia se agravado nos últimos dias. Ainda de acordo com os médicos, a mulher teria pedido para não ser intubada, mas, com a piora, os familiares solicitaram o procedimento.

Um dos profissionais que relatou ter sofrido agressão física foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para a perícia. O caso foi registrado no 2º Distrito Policial (DP), mas a investigação vai ficar sob responsabilidade do 5º DP, que deve convocar as partes e testemunhas.

Em nota, a prefeitura de Campinas informa que “a Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar lamenta o ocorrido e vai esclarecer com a equipe o que aconteceu no Hospital de Campanha”.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!