Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Celina Silveira

Morre Angelo Perugini, prefeito de Hortolândia, vítima da Covid-19

O prefeito de Hortolândia, Angelo Augusto Perugini, morreu na manhã desta quinta-feira (01) em decorrência da Covid-19.

Perugini, que completaria 66 anos na próxima terça-feira (06), foi internado no dia 1º de fevereiro no Hospital Samaritano, em Campinas. Dois dias depois foi transferido para um hospital na capital paulista onde foi entubado no dia 9 de fevereiro.

Ele foi eleito quatro vezes chefe do Executivo de Hortolândia. Em 2020, após ser reeleito em primeiro turno com 52% dos votos, Perugini concedeu entrevista à Rádio Brasil Campinas e agradeceu aos eleitores. Durante a entrevista,  Angelo Perugini, afirmou que apostava nas medidas sanitárias contra a Covid-19 para evitar o aumento descontrolado de novos casos e mortes pela doença, como aconteceu em 2020. 

Em 07 de janeiro deste ano, Perugini recebeu autoridades da Região Metropolitana de Campinas em uma reunião organizada pela Agemcamp para discussão de políticas de enfrentamento à pandemia. Na ocasião, Perugini defendeu medidas em conjunto, elogiou o governo estadual e pediu orientações claras para orientar a população e salvar vidas. 

Natural de Jacutinga (MG), Angelo Perugini foi seminarista e professor da rede estadual. Em Hortolândia, participou de movimentos relacionados à luta por terra e moradia e iniciou na vida política em 1981, quando foi vereador de Hortolândia, até então distrito de Sumaré. Perugini também fez parte dos movimentos que culminaram na emancipação de Hortolândia em 1991.

Para o cientista político e professor da PUC Campinas, Vitor Barletta, a morte de Perugini é mais uma tragédia causada pela Covid-19.

O Arcebispo Metropolitano, Dom João Inácio Müller, encaminhou uma mensagem de solidariedade à população de Hortolândia e à família de Angelo Perugini.

Em nota, a Prefeitura de Hortolândia afirma que “nos primeiros oito anos em que esteve à frente do Executivo municipal (2005-2012), várias ações de Perugini ficaram registradas como fruto de seu trabalho. As principais delas são a pavimentação de ruas, com asfalto sem custo ao morador, e a retomada das obras de saneamento básico.” 

A nota afirma ainda que “apesar de estar na linha de frente do combate ao Coronavírus, Perugini não era profissional da Saúde e preferiu aguardar para ser vacinado junto com o público da sua idade. Infelizmente, não deu tempo” e “a doença contra a qual ele tanto se empenhou para proteger a população o venceu, mas seu legado segue inspirando a todos”.

O corpo de Angelo Perugini será sepultado nesta sexta-feira (02), às 09h, em Jacutinga (MG). A cerimônia será restrita à família.

 

Foto: Prefeitura de Hortolândia

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!