Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Guilherme Maldaner

Morte de estudante de 13 anos em Campinas ocorreu por síndrome pós-covid

O Devisa confirmou ontem (3) que a morte de uma estudante de 13 anos, de Campinas, ocorreu após ela ter sido infectada pelo novo coronavírus. Segundo a prefeitura, o óbito se deu em decorrência da Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica, causada pela covid-19.

De acordo com a administração, esta doença pós covid-19 consiste em inflamações da parede dos vasos sanguíneos de órgãos como rins, além do sistema nervoso central, articulações e vias respiratórias.

O caso estava sendo investigado desde 26 de fevereiro, um dia após Ana Clara Macedo Santos ser enterrada em Campinas. Este agora é o primeiro caso desta síndrome identificado em Campinas desde o início da pandemia.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Acorda Brasil