Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Mortes por acidentes de trânsito voltam a aumentar na região

O número de pessoas que morreram no trânsito das cidades da nossa região voltou a aumentar. Após quatro anos de queda nos índices, a quantidade de vítimas fatais aumentou em 2019 em relação a 2018. Os dados são do Infosiga (Sistema de Informações de Acidentes de Trânsito), órgão administrado pelo Governo do Estado de São Paulo, e foram divulgados na última segunda-feira (20).

250 pessoas morreram entre janeiro e dezembro do ano passado em acidentes de trânsito em Campinas, Sumaré, Hortolândia, Indaiatuba, Paulínia, Monte Mor, Elias Fausto, Valinhos e Vinhedo. No ano anterior foram 246 óbitos. Em 2017 foram 295 mortes e em 2016 foram 305 vítimas fatais. Em 2015, primeiro ano com dados do Infosiga, aconteceram 323 óbitos por acidentes de trânsito na região.

O maior aumento, percentualmente falando, foi em Sumaré. 36 pessoas morreram na cidade no ano passado, contra 18 óbitos em 2018. Em Campinas, maior cidade da região, foram registradas 123 vítimas fatais em acidentes de trânsito em 2019, contra 128 mortes no ano retrasado.

Segundo o advogado e pós-graduado em trânsito, mobilidade e segurança, Renato Campestrini, as mortes não podem ser ignoradas pelas autoridades.

O especialista também reforçou a importância das pessoas respeitarem as leis, com o objetivo de evitar mais mortes no trânsito.

A Prefeitura de Sumaré informou que faz Prefeitura realiza diversas ações preventivas, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural (SMMUR), a fim de reduzir os riscos de trânsito na sua malha urbana. O trabalho de conscientização para um trânsito mais seguro dura o ano todo na cidade, com fiscalizações, melhorias viárias, reforço na sinalização em todas as regiões, além de ações junto à população e nas escolas, com as crianças e adolescentes. Porém, de acordo com a SMMUR, o maior motivo dos acidentes de trânsito na cidade ainda é a imprudência dos motoristas.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Santa Missa – Catedral