Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Guilherme Maldaner

MP pede cassação da candidatura de Dario Saadi

O Ministério Público Eleitoral pediu para a Justiça Eleitoral a cassação do registro de candidatura a prefeito de Campinas de Dario Saadi, do Republicanos, devido a captação ilícita de votos.

Segundo a promotora Simone Rodrigues Horta Gomes, o candidato realizou exames médicos gratuitos, no dia 26 de setembro, no Condomínio Residencial Ouro Verde, com um nítido intuito eleitoral. Esta ação representa uma conduta proibida em lei.

Em nota, a campanha de Dario Saadi informou que não foi intimada, mas que aguarda a notificação para apresentar defesa. Além disso, a campanha do candidato afirmou que não houve conduta dolosa para justificar a repreensão deste porte.

De acordo com a promotora, parte de apoiadores do candidato fizeram registros nas redes sociais, com aglomeração de pessoas em busca do exame médico gratuito concedido por Dario Saadi, se tratando de agenda de campanha. Esta ação representa a conduta vedada disposta em lei.

Além da cassação do registro de candidatura ou diploma, a promotora também pediu a aplicação de multa por causa da conduta ilícita. A denúncia da compra de votos ao MPE foi feita pelo empresário Rafael Bressane Alves, candidato a vereador pelo Avante.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!