Ao vivo

notícias

12 de junho de 2024

Câmeras da Emdec poderão auxiliar segurança pública em Campinas

Vereadores discutem iniciativas na pauta do Legislativo nesta semana; saiba mais

ouça a notícia

O Poder Legislativo de Campinas busca novas estratégias para que combater a criminalidade nas ruas e avenidas da cidade. Uma lei aprovada nesta segunda-feira, 10, e uma proposta que será analisada nesta quarta-feira, 12, buscam o aprimoramento e a adoção de novas estratégias.

Na segunda feira foi aprovado em definido o projeto de lei de autoria do prefeito municipal que cria o Centro Integrado de Comando e Controle de Campinas (Ciccamp).

O novo órgão vai concentrar todas as ações integradas de Segurança Pública, Ordem Pública, Proteção e Defesa Civil, e Trânsito e Mobilidade Urbana, e de situações de crise e emergências.

O órgão será instalado após sanção do prefeito Dário Saadi (Republicanos). Segundo o líder do Governo na Câmara, Paulo Haddad (PSD), explica com mais detalhes o projeto aprovado na Câmara Municipal.

Esta não é a única estratégia de combate ao crime. De autoria dos vereadores Higor Diego (Republicanos) e Major Jaime (União), um projeto de lei  deseja “transformar” as câmeras dos radares de Campinas também em câmeras de segurança.

A proposta determina que os equipamentos de controle de velocidade nas vias públicas do município deverão utilizar as tecnologias de Reconhecimento Óptico de Caracteres (OCR) para identificação de veículos.

O vereador Major Jaime explica o cenário que o projeto de lei só traria vantagens e tem objetivos específicos.

Ele alerta que, caso o projeto seja aprovado, os contratos para a cessão dos radares terão que passar por modificações.

Segundo balanço divulgado pela Secretaria de Segurança Pública em julho de 2023, o programa “Monitora Campinas” tem 1.600 equipamentos de vigilância em 65 bairros. Também existem 1,1 mil câmeras de vigilância de 130 parceiros da iniciativa privada e mais 500 câmeras de segurança próprias da CimCamp, que será extinta para dar lugar a (Ciccamp).

Se a proposição dos vereadores se tornar lei, se somarão a elas equipamentos de 144 pontos de fiscalização eletrônica em ruas e avenidas – 76 em semáforos e 68 fixos em vias.

 

Fotografia: Reprodução / Emdec


Leia e ouça também:

Kevin Kamada

Kevin Kamada

Jornalista

Kevin Kamada

Kevin Kamada

Jornalista

Compartilhe essa matéria