Ao vivo

notícias

10 de abril de 2024

Prefeitura de Campinas celebra resultados do 10º mutirão contra a dengue

Apesar do sucesso da ação, a autarquia também encontrou dificuldades de acessar metades do imóveis

ouça a notícia

373  toneladas. Esta foi a quantidade de lixo recolhida na nona edição do Mutirão municipal para limpar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, em Campinas.

O esforço conjunto das secretarias da Saúde e de cinco pastas, além de voluntários – incluindo de uma empresa privada – resultou na vistoria a 2.128 imóveis, em dez regiões da cidade, no último dia 6 de abril.

Segundo a Prefeitura, mais da metade das casas visitadas apresentavam algum tipo de problema. 

Já a outra metade também causou dor de cabeça aos fiscais pela dificuldade de acessá-las, seja por lacração, desocupação ou veto dos próprios moradores.

Outro destaque do mutirão foi a limpeza de bocas de lobo: foram 37 delas limpas ao longo do sábado.

Para Fausto Marinho, coordenador do programa de Arboviroses da Secretaria de Saúde de Campinas, o mutirão renova o apelo para que a população se mobilize e faça a sua parte no combate à dengue.

Segundo o Devisa, Departamento de Vigilância em Saúde, 80% dos criadouros da dengue, em Campinas, estão dentro das residências.

Ao menor sinal de sintomas como febre, ânsia de vômito e dores no corpo, especialistas recomendam a busca do atendimento médico no posto de saúde mais próximo de casa.

Até esta quarta-feira, 10, Campinas contabilizava 46.607 casos confirmados de dengue, e oito mortes, naquela que já é a sua segunda maior epidemia da doença na história.

 

 

Fotografia: Toninho de Oliveira / PMC


Leia e ouça também:

Kevin Kamada

Kevin Kamada

Jornalista

Kevin Kamada

Kevin Kamada

Jornalista

Compartilhe essa matéria