Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Celina Silveira

Ocupação dos leitos de UTI do SUS Municipal chega a 100%; Prefeitura de Campinas permanece sem previsão de novos repasses financeiros

A alta taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid-19, a falta de recursos para abertura de mais leitos e a disseminação de novas cepas do coronavírus colocam Campinas em estado de alerta. 

Até o fechamento desta reportagem, o boletim epidemiológico atualizado às 10h40 da manhã desta sexta-feira (19) aponta taxa de 100% de ocupação dos 104 leitos de UTI universais administrados pelo SUS municipal. 

A situação é semelhante à registrada na última quinta-feira (18), quando apenas três leitos de UTI exclusivos para gestantes com a doença estavam disponíveis no SUS municipal e 1 leito de UTI estava disponível no HC da Unicamp.

O secretário de Saúde de Campinas, Lair Zambon, afirma que a reabertura do Hospital de Campanha para conter a alta taxa de ocupação dos leitos não é a melhor opção, além de não ser viável neste momento. 

Atualmente, existe uma portaria do governo federal que prevê o repasse de recursos para manter os leitos de UTI contratados por Campinas, mas não há definição de valor nem data para a transferência. O governo estadual também não sinalizou o repasse de novos recursos.

Segundo o diretor do Fundo Municipal de Saúde, Reinaldo Antonio de Oliveira, a Secretaria de Saúde de Campinas iniciou 2021 com pouco mais de R$ 26 milhões para o enfrentamento à pandemia, e o dinheiro deve se esgotar no próximo mês. 

Apesar das altas taxas de ocupação e da provável circulação das novas cepas do coronavírus em Campinas, a Prefeitura de Campinas não pretende decretar lockdown, nem aumentar as medidas de isolamento social, afirma o secretário Lair Zambon.

Para conter a disseminação da Covid-19, o secretário de Saúde, Lair Zambon, orienta que os moradores de Campinas mantenham o distanciamento físico quando saírem de suas casas e não participem de aglomerações.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Manhã Brasil