Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Oito regiões do Estado regridem de fase no Plano SP; Campinas permanece na Fase Amarela

As regiões de Araçatuba, Bauru, Franca, Piracicaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Taubaté, que estavam na Fase Amarela, regridem para a etapa laranja do Plano SP. Já a região de Marília, que estava na Laranja, irá pra mais restritiva: a Vermelha. O anúncio foi feito no começo da tarde desta sexta-feira (15) pelo Governo de São Paulo.

A Fase Laranja do Plano SP, que flexibiliza as atividades não essenciais em meio à pandemia da Covid-19, continuará em vigor nas regiões de Presidente Prudente, Registro e Sorocaba. Já na etapa amarela estão as demais áreas do Estado, como Campinas por exemplo.

Na fase laranja, academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais podem funcionar por até oito horas diárias, com atendimento presencial de 40% da capacidade e encerramento às 20h. O consumo local em bares está proibido. Já a fase amarela permite 40% de ocupação pra atividades não essenciais, com expediente de até dez horas diárias pra restaurantes e 12 horas pras demais. O atendimento presencial deve ser encerrado às 22h em todos os setores. Nos bares, as portas devem fechar ao público às 20h.

Segundo o secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, o aumento de casos, internações e mortes causadas pela Covid-19 forçou a antecipação da reclassificação das regiões no plano, que aconteceu pela última vez no dia 8 e era prevista pra ser feita apenas em 5 de fevereiro.

Ainda na coletiva de imprensa foi anunciado que aproximadamente 4,5 milhões de doses prontas da CoronaVac, vacina contra a Covid-19, serão encaminhadas para um Centro de Distribuição e Logística do Ministério da Saúde, localizado no Aeroporto de Guarulhos. De acordo com o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), é esperado que o Governo Federal cumpra com o combinado pra que isso aconteça.

Por fim o Governo de São Paulo informou que mandará 40 respiradores desenvolvidos pela USP pro Amazonas. Cinco deles foram enviados na sexta, sendo que os demais serão mandados nos próximos dias. A nova reclassificação das regiões no Plano SP será válida a partir de segunda-feira.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!