Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Opinião – A arremetida de João Dória

Na aviação a expressão “arremeter” é o procedimento no qual o piloto de uma aeronave retoma o voo da mesma depois de falhas no pouso. Ou seja, quando um avião, por exemplo, está para alcançar o solo e acelera repentinamente para retornar aos céus. Pode parecer uma imagem bonita, ou com adrenalina, mas certamente deve ser uma experiência assustadora para os leigos que estiverem dentro de uma aeronave em uma situação como essa.

Na língua portuguesa a palavra “arremeter” tem um outro significado: atacar com fúria, avançar com ímpeto. Mas certamente isso não aconteceu na coletiva de imprensa feita nesta quarta-feira (10) no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo de São Paulo.

O anúncio de medidas mais restritivas contra a pandemia do novo coronavírus era esperado no encontro entre o governador e jornalistas. Isso, claro, considerando os recordes diários de casos, internações e mortes por Covid-19, e com cidades com hospitais cada vez mais lotados. Vários veículos de comunicação, alguns com fontes no Governo Paulista, cravaram inclusive a adoção de uma tal ”fase roxa”, com restrições aos horários do funcionamento de supermercados e postos de combustíveis, por exemplo. Até a suspensão do Campeonato Paulista, com recomendação do MP, era especulada. Mas nada disso aconteceu.

O governador João Dória anunciou várias ações, como o reforço dos leitos em várias partes do Estado; uma nova ação contra o Governo Federal no STF para garantir a habilitação de mais leitos; resultados de uma pesquisa da USP apontam que a CoronaVac é eficaz contra as variantes do novo coronavírus em circulação no Brasil (algo muito importante inclusive), entre outros informativos.

Uma fonte minha, depois das 11h, me informou que o anúncio de hoje seria apenas para reforço dos hospitais do Estado. Nada de “fase roxa”. No entanto, essa mudança repentina tem muito mais a cara de uma arremetida no sentido da aviação do que pelo significado de acordo com os dicionários. Algo aconteceu entre terça e quarta-feira.

Quem sabe um novo capítulo da novela na quinta? Uma nova coletiva foi convocada pelo Governo de SP. Seria na sexta, mas foi antecipada. “Coletiva bomba”, disse a minha fonte do Palácio dos Bandeirantes. O anúncio de novas medidas restritivas não está descartado. Mas, depois da ‘arremetida’ de hoje, não dá para cravar.

Luiz Felipe Leite – Jornalista na Rádio Brasil Campinas e pós graduando em Ciência Política pela Universidade Estácio de Sá.

Imagem: Agência Brasil

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Nenhum evento encontrado!