Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Pesquisa revela como rótulos de alimentos ultraprocessados influenciam a alimentação das crianças

O IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) fez uma pesquisa, em parceria com o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) sobre a influência dos rótulos de alimentos ultraprocessados na percepção e escolhas alimentares de crianças brasileiras. Os resultados do estudo foram divulgados na última segunda-feira (4).

A pesquisa, realizada em agosto, investigou quais são os alimentos e bebidas ultraprocessados preferidos pelo público infantil, de diferentes níveis socioeconômicos, e as estratégias de marketing que os estimulam a consumir aqueles produtos.

De acordo com as 69 crianças participantes da pesquisa, para alimentos e bebidas ultraprocessados chamarem a atenção delas, eles devem ter o produto em evidência, cores vibrantes e chamativas. Além disto, os produtos devem apresentar informações sobre sabor, além de personagens nas embalagens e brindes que eles possam, muitas vezes, colecionar.

Segundo a nutricionista e pesquisadora do IDEC, Laís Amaral, vários pontos chamaram a atenção nos resultados da pesquisa.

Ainda de acordo com a pesquisadora, as crianças possuem muita influência na hora da escolha dos alimentos comprados pelos pais.

Do ponto de vista nutricional, Laís Amaral comentou sobre as consequências do consumo de alimentos ultraprocessados pelas crianças.

Para mais informações sobre o estudo divulgado pelo IDEC e pelo Unicef, é necessário acessar o seguinte site: www.idec.org.br

Imagem: EBC

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Visão Geral