Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

PMs que socorreram vítimas no ataque à Catedral de Campinas são homenageados por Polícia Militar

Treze policiais militares que atuam no Comando de Policiamento do Interior -2 foram homenageados pela corporação na manhã de quarta-feira. Entre os agentes celebrados estão dois que estiveram na Catedral Metropolitana de Campinas em dezembro do ano passado, quando cinco pessoas foram mortas a tiros após uma missa.

O evento, realizado no auditório do COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar) de Campinas, foi uma homenagem aos policiais militares que se destacaram em suas ações, tanto na atividade operacional como no suporte administrativo, nos meses de novembro e dezembro de 2018.

Um dos policiais que estavam na Catedral foi o sargento Elson de Souza Cruz. Ele, ao lado do soldado Lucas Felipe Amaral, foi um dos primeiros a entrar na Catedral após o ataque. Eles impediram que Euler Fernando Grandolpho, que tinha acabado de matar várias pessoas, continuasse a atirar. O momento, segundo Cruz, é difícil de esquecer.

De acordo com a comandante interina do CPI-2, tenente coronel Carla Danielle Basson, a iniciativa é justa e também é uma forma de incentivar os agentes.

Para o soldado Lucas Felipe Amaral, os policiais têm de estar constantemente preparados para enfrentarem todos os tipos possíveis de situações.

Outra ocorrência que teve destaque na homenagem da Polícia Militar foi de Atibaia, onde PMs prenderam seis homens após um confronto armado, que resultou na morte de um agente da corporação.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

O Som do Sagrado