Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Prefeito de Campinas abre investigação pra apurar falhas no caso do menino acorrentado em um barril

O prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos), determinou nesta terça-feira (2) a abertura de uma investigação sobre o caso de um garoto mantido acorrentado dentro de um barril pela própria família no Jardim Itatiaia. O objetivo, segundo a Prefeitura, é de apurar eventuais falhas e omissões dos serviços públicos municipais e de uma entidade conveniada.

Ainda segundo a Administração Municipal, a decisão foi tomada após a análise do relatório feito pelas secretarias de Assistência Social e de Saúde, e da entidade conveniada e, principalmente, pela gravidade dos fatos que ganharam repercussão nacional na última segunda-feira (1), quando o caso veio à público. A investigação vai ser feita em sigilo pela Secretaria de Justiça, com prazo de 60 dias, podendo ser prorrogada por mais 30 dias.

De acordo com o prefeito Dário Saadi, os responsáveis diretos e indiretos por isso deverão ser punidos conforme prevê a legislação.

O menino, de 11 anos de idade, foi encontrado no último fim de semana dentro do barril pela PM após denúncia de vizinhos. O garoto estava sem roupas e sem alimentação há pelo menos quatro dias. O pai, a namorada dele e a filha dela foram presos e podem ser responsabilizados pelo caso. A prisão do trio foi convertida de flagrante pra preventiva na noite de segunda-feira pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

A história gerou reações na Câmara de Campinas. O vereador Nelson Hossri (PSD) protocolou um requerimento pedindo a convocação da secretária de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas, Vandecleya Elvira do Carmo Silva Moro.

Outro vereador que se posicionou foi Otto Alejandro (PL). Por meio de um requerimento ele pediu informações ao prefeito Dário Saadi sobre o caso.

O também vereador e presidente da Câmara de Campinas, Zé Carlos (PSB), gravou um depoimento exclusivo à Rádio Brasil sobre o caso. Estarrecido, ele afirmou que as investigações serão acompanhadas com rigor.

O adolescente, que não teve o nome divulgado, segue internado no Hospital Ouro Verde, em Campinas, pra ganhar peso. Mais detalhes sobre o estado de saúde dele não foram divulgados.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Brasil Esporte Clube