Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Celina Silveira

Prefeitura de Campinas regulamenta motofrete e quer coibir poluição sonora

Os motociclistas que prestam serviço de entrega de mercadorias para empresas instaladas em Campinas precisam se credenciar junto à EMDEC e ter a motocicleta ou motoneta vistoriada a cada seis meses.

A determinação consta no Programa de Segurança para Motos e Motocicletas lançado nesta terça-feira (11) pelo prefeito Dário Saadi (Republicanos).

Os motociclistas têm 180 dias para fazer o credenciamento gratuito e regularizar as motocicletas. Após o prazo, quem oferecer os serviços de motofrete sem o credenciamento ou com a motocicleta em desacordo com as especificações de segurança pode ser punido com multa, suspensão do credenciamento e retenção do veículo, como explica o presidente da EMDEC, Vinícius Riverete.

O Programa de Segurança para Motos e Motocicletas também prevê ações para reduzir a poluição sonora e a perda auditiva dos condutores. 

A partir da próxima quinta-feira (13) a Guarda Municipal e a EMDEC vão fazer blitz para  a verificação de adulteração no escapamento de motos de todos os motociclistas.

Além de diminuir o incômodo dos moradores, o objetivo da fiscalização é prevenir a perda auditiva, afirma o prefeito Dário Saadi (Republicanos).

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Estação Brasil