Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Procon do Estado vai fiscalizar aumentos de preços de gás de cozinha

O Procon do Estado de São Paulo e o Dope, que é o Departamento de Operações Policiais Estratégicas, vão trabalhar em conjunto pra identificar, combater e punir a prática de preços abusivos de botijões de gás durante a pandemia do novo Coronavírus. Mais de 120 denúncias de preços abusivos já foram feitas até o momento.

A medida foi anunciada na última quarta-feira (1), em uma coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Paulista, com a participação de integrantes do Centro de Contingência do combate ao Coronavírus.

Os policiais do DOPE que estiverem em patrulhamento farão abordagens à fornecedores de botijões de gás, caso identifiquem aglomeração de pessoas ou preços abusivos. As equipes do Procon vão ser acionadas para aplicação das sanções previstas na legislação. Os fornecedores que forem flagrados vendendo à preços abusivos vão ser multados e conduzidos às delegacias de polícia por crime contra a economia popular.

Segundo o diretor geral do Procon do Estado de São Paulo, Fernando Capez, aconteceram flagrantes de botijões de gás de 13 quilos vendidos por R$ 90 por unidade.

O governador de São Paulo, João Dória (PSDB), também presente na coletiva afirmou que a tolerância pra abuso de preços no Estado vai ser zero.

Denúncias podem ser feitas via internet no site procon.sp.gov.br ou via redes sociais, marcando @proconsp, indicando o endereço ou site do estabelecimento.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Estação Brasil