Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Guilherme Maldaner

Projeto de compra de vacinas por empresas recua e usará critérios do PNI

O Projeto de Lei que tramita na Câmara dos Deputados e que pretende flexibilizar as regras para que empresas privadas possam comprar vacinas contra o novo coronavírus, foi bastante modificado nos últimos dias.

Segundo a relatora da proposta, deputada federal Celina Leão, do Progressistas, a ideia agora é que empresas que comprarem os imunizantes, sejam obrigadas a vacinar sua cota de acordo com os grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

Ainda segundo a deputada federal, o projeto não vai obrigar que as empresas vacinem todos os funcionários, caso não tenham verba para isto. Mas a ideia do PL é que quem comprar, terá que usar os critérios do Plano Nacional de Imunização (PNI).

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Povo de Deus