Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Quantidade de passageiros pagantes no transporte coletivo de Campinas cai quase 30%

O número de passageiros pagantes do transporte coletivo urbano de Campinas caiu 27,5%. A comparação é entre os meses de janeiro deste ano e de 2014. A Transurc (Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas), que divulgou os dados, classificou o primeiro mês de 2019 como o pior de toda a história do transporte público coletivo da cidade.

8.193.269 pessoas pagaram para usar o sistema de transporte de Campinas em janeiro de 2014. Este número caiu para 5.941.349 no primeiro mês deste ano. As informações foram divulgadas pela Transurc, entidade responsável pela gestão do sistema de bilhetagem eletrônica, na última segunda-feira.

Ao mesmo tempo, ainda segundo a Transurc, o índice de passageiros transportados de graça na cidade disparou. O índice em janeiro de 2014 era de 29,4% e passou para 36,9% no primeiro mês deste ano. Ou seja, de cada dez passageiros que usam o transporte coletivo em Campinas atualmente, quatro não pagam a tarifa.

De acordo com o diretor de Comunicação e Marketing da Transurc, Paulo Bardal, um dos motivos para isto é a atual situação econômica.

Para a engenheira de Manufatura, Luana Molezin, a agilidade do transporte via aplicativo é um fator que influencia na hora de escolher um meio de transporte.

Segundo a estudante Luana Gomes da Silva, o transporte coletivo não é mais tão atrativo quanto era no passado.

Para o presidente da EMDEC (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) e secretário de Transportes de Campinas, Carlos José Barreiro, algumas medidas estão sendo adotadas para reverter a situação, como a implantação do corredor BRT.

Para mais informações sobre o assunto acesse a página da Transurc no Facebook em www.facebook.com/transurc

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Consagração a Nossa Senhora Aparecida