Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Reflexão Dom João Inácio – 01-06-20

Na mensagem de hoje, o nosso Arcebispo cita o decreto do Papa Francisco que instituiu a memória de Santa Maria Mãe da Igreja. A íntegra desse texto pode ser acessada aqui

“Paz e benção saúdo com muito carinho o senhor e a senhora, cada um de vocês, vocês que estão em sintonia com a rádio Brasil da nossa Arquidiocese e assim nos acompanham, saúdo o Felipe, bom dia Felipe e a sua equipe, e hoje, com toda a igreja nós celebramos a memória da bem aventurada virgem Maria, Mãe da igreja, essa festa foi instituída por nosso Papa, neste dia, logo depois da segunda-feira depois de Pentecostes em 2018, Papa Francisco fez isso, então nós vamos rezar:

‘ O Anjo do senhor anunciou a Maria e ela concebeu do Espírito Santo: Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós os pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém!

Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a vossa palavra: Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós os pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém!

E o verbo se fez carne e habitou entre nós: Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós os pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém!

Rogai por nós santa mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo, oremos: Infundi Senhor, como vos pedimos a vossa graça em nossos corações, para que havendo conhecido pela anunciação do anjo a encarnação de Jesus Cristo, vosso filho, cheguemos por sua paixão e morte de cruz, a glória da ressurreição, pelo mesmo Cristo Senhor nosso. Amém!’

Nós lemos no texto dos Atos que os apóstolos, eles estavam esperando a vinda do divino Espírito Santo e algumas mulheres, entre elas, Maria, a mãe de Jesus e os irmãos de Jesus, os apóstolos. Então, desde cedo nós somos instruídos pela palavra que Maria santíssima é a mãe daquele que é cabeça da igreja, se ela é mãe daquele que é cabeça, não tem como ser mãe só da cabeça, então mãe também do corpo e essa verdade ela foi crescendo através da história da igreja, e o Santo Agostinho já falava disso, e depois Santo Monforte também falava disso, depois Bento XIV fala disso, Leão XIII fala disso e finalmente, então, durante o Conselho Ecumenico Vaticano II, em 1964, Papa São Paulo VI, hoje, Papa São Paulo VI, ele então declarou Maria Mãe da igreja.

Então nós fomos vivendo com essa verdade, mas nós não tínhamos uma festa no calendário litúrgico, específico, para celebrar esta verdade que a igreja aprendeu a aceitar, então, o Papa Francisco em 2018, ele criou, decretou, essa festa, essa memória da bem aventurada virgem Maria, mãe da igreja, e esse decreto, o Felipe pode ler hoje na rádio para vocês, é fácil de buscar, ele consegue fazer isso, ele é muito valente.

Então hoje, nós nos confiamos à virgem ,que é a mãe da igreja, a mãe de todos nós e ó, tem muitas pessoas, que elas não são católicas mas elas tem aquele senso, aquele senso que é dádiva de Deus, de ligação a Maria santíssima. As pessoas no México, o México não é um país católico, em todos os casos, o povo do México, todos se reconhecem Guadalupanos, por causa de Nossa Senhora de Guadalupe, em Belém, o círio, nós temos mais de 20 milhões de pessoas ali, muitos são protestantes, mas eles parecem que precisam também se reunir no dia do círio de Nazaré para também caminhar com a grande multidão e rezar. E eles foram aprendendo que as Ave-Marias ou a Ave-Maria, ela é feita com pequenas frases da bíblia e aí eles começaram a gostar de rezar a Ave-Maria, o mesmo acontece com o nosso Santuário Nacional em Aparecida, e muitos vão a aparecida que não são católicos, são de outra profissão religiosa e de outras correntes, mas eles vão por que? Porque internamente, parece que é algo natural que Deus colocou dentro de nós, que nós temos mãe, e todo mundo reconhece que a mãe de Cristo, é a mãe de Deus então também é a nossa mãe, e nós todos, como que formamos um grande corpo, somos os filhos e as filhas de Deus, irmãos de Jesus, que tem por mãe Maria e por isso nós também temos Maria santíssima por nossa mãe, e nós somos a igreja, por isso, mãe da igreja.

Então, por esse dia reze o terço com muito carinho, você que está em casa, com a sua família, faça essa devoção mariana e vamos aprender cada vez mais a nos confiar Maria santíssima, e nós entramos em junho, em junho temos várias festas importantes, então não deixe de se preparar para celebrar todas as grandes festas desse mês de junho, temos o Corpus Christi dia 11, depois temos dia 13 Santo Antônio, depois dia 19 temos sagrado coração de Jesus, depois dia 24 temos São João Batista e no final do mês o dia do Papa com São Pedro e com São Paulo e depois tem vários outros santos um pouco menores. Rezo a presença de Deus sobre a sua família, sobre a sua vida, sobre esse dia, que Maria santíssima, mãe da igreja, interceda e que recaia sobre você e sobre sua família as graças e as bênçãos de Deus todo poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém! Abençoado dia.”

Santa Missa – Catedral