Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Felipe Zangari

Reflexão Dom João Inácio – 02-04-20

Acompanhe aqui a mensagem do nosso Arcebispo nesta quinta-feira.

“Paz e benção, saúdo com muito carinho o senhor, a senhora, jovem, a criança, vocês que estão nos acompanhando através da Rádio Brasil, saúdo o Felipe, a sua equipe.

A palavra do Senhor, nós estamos vendo ainda João oito, Jesus continua tendo os enfrentamentos dele com os Judeus. São João, ele no evangelho dele faz um grande processo, um processo entre Jesus e os Judeus, entre Judeus e Jesus. Os Judeus, eles buscam argumentos e com os argumentos que eles trazem, sem eles se darem conta, eles afirmam a verdade sobre Jesus, como hoje.

Eles perguntam: ‘Acaso é maior que o nosso Pai Abraão?’ Jesus diz que sim, que antes que Abraão existiu ele já era. A mesma coisa aconteceu lá longe, no capítulo 4, com a samaritana, quando ela perguntou ‘Tu queres ser maior que o nosso pai Jacó que nos deu este poço?’.

O que é muito importante,neste texto, nesses textos? É nós nos recolhemos em silêncio e deixarmos essa palavra ter acento dentro de nós, essa palavra tem que sentar dentro de nós, e quando falo essa palavra, é Jesus Cristo, Ele é a palavra. Jesus afirmou hoje, aquilo que nós lemos domingo, no evangelho da ressurreição do Lázaro, ‘Quem guarda a minha palavra, não verá a morte’. Jesus no domingo passado dizia, no capítulo 11 de João, ‘Eu sou a ressurreição e a vida’. São palavras muito fortes, mas são palavras confortadoras, que nos consolam, muito, e que nos rejuvenesce, cada um de nós para viver e viver com liberdade, viver com gosto, viver com sabor, viver com entusiasmo, entusiasmo significa ter Deus dentro, nós precisamos experimentar a ressurreição e a vida que é Deus dentro de nós.

Quem não se sente amado entre nós nesse mundo de pessoas humanas, essa pessoa ainda não acordou direito pra vida, essa pessoa ainda não experimentou direito o que é viver, por isso que é tão importante o amor, às criancinhas desde pequenas elas se sentem amadas, mas às vezes também não, e muitas e muitas vezes quando não se sentem amadas elas inventam doenças, não é sempre que alguém está doente que ele não se sente amado, mas geralmente. Então a experiência do amor é condição para termos uma vida saudável, no pleno uso da palavra, no significado da palavra.

Jesus ele se manifesta, ele se revela aos Judeus no meio desse embate que eles tem, mas como os Judeus não se abrem nem um pouco para entender e acolher as palavras que Jesus diz, eles só vão refletindo, e eu diria estupidamente, com Jesus, porque eles não avançam na reflexão deles, eles não têm a capacidade de avançar, eles só falam da teoria, sem mesmo eles entender o conteúdo da teoria, eles só falam de Abraão, ele não entendem direito o que eles estão falando, eles falam de maneira vazia, eles só ficam na letra, eles não mastigam, eles não interiorizam a palavra e o sentido da palavra, por que na palavra existe alguem, e esse alguem é a verdade, que é Deus. E em Jesus, que veio ao nosso encontro, nós temos a prova de que Ele nos ama muito, e com a vinda de Jesus, este mundo se tornou casa de Deus. Olha que bonito, este mundo se tornou casa de Deus, pelo fato que Deus se encarnou no corpo humano nasceu de uma mulher, o nosso corpo se tornou casa de Deus. Como diz São Paulo ,’Templo do Espírito Santo’.

Então no dia de hoje, vamos tirar um tempinho, vamos tentar acolher esse homem, Jesus, que revela Deus, vamos crer nele, vamos crer nele, vamos depositar nele a nossa força, vamos passar esse dia experimentando o amor de Deus e deixar que ele nos ame e vamos tentar nós, amá-lo, acolhendo e mantendo em nós, ou como diz Jesus, guardando em nós a palavra dele que é a palavra do Pai.

Que Maria santíssima, aquela que acolheu a palavra, que colocou a sua vida a disposição do Senhor para fazer nela casa e morada, que Maria santíssima olhe por você, por sua família, por suas realidades concretas ai na sua casa, que ela cubra você e a sua família com o seu manto da saúde, com o seu manto de remédio. E que sobre todos vocês desça a força, a graça, a benção e a presença de Deus todo poderoso. Pai e Filho e Espírito Santo. Abençoado dia.”

Santa Missa