Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Felipe Zangari

Reflexão Dom João Inácio – 05-05-20

Acompanhe aqui a meditação do nosso Arcebispo para esta terça-feira.

“Paz e benção, saúdo o senhor, a senhora, você que nos acompanha pela Rádio Brasil, você que é daqui da nossa Arquidiocese de Campinas, ou mesmo de outras dioceses e outras regiões, é uma alegria tê-los sintonizados nesse nosso veículo e meio de evangelização. Felipe, abraço a você e sua equipe, e convido todos para nós rezarmos, saudando Maria santíssima:

‘Rainha do céu, alegrai-vos, aleluia!,pois o Senhor que mereceste trazer em vosso seio, aleluia!, ressuscitou como disse, aleluia!, rogai a Deus por nós, aleluia!, alegrai-vos exultai ó virgem Maria, aleluia!, por que o Senhor ressuscitou verdadeiramente, aleluia!

Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós os pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém!

Oremos: Ó Deus que pela ressurreição de vosso filho, nosso Senhor Jesus Cristo, fizeste brilhar no mundo a alegria, fazei que pela intercessão da virgem Maria, sua Mãe, cheguemos nas alegrias eternas. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!’

Meu irmão, minha irmã, a liturgia nos apresenta, claro, Atos dos Apóstolos e São João, são os dois livros que nos acompanham neste tempo pascal. Nos Atos dos Apóstolos nós vemos que de vez em quando o mal vem para o bem, a perseguição que se seguiu a igreja de Jerusalém após a execução, a pedradas de Estevão, resultou que os discípulos se espalharam, e onde eles chegaram, é óbvio, eles viveram aquilo que eles aprenderam a crer, ou seja, a vida que eles encontraram se tornou a vida deles, e a vida que eles encontraram é Jesus Cristo.

Então eles mostravam a vida do Cristo por onde eles andavam, e também tinham, tiveram a coragem de pregar, e pregaram também aos pagãos, aqueles que não eram Judeus. E foram se dando conta que Deus dava a eles a graça de crer, por causa disso, Barnabé, então foi enviado da igreja de Jerusalém até Antioquia, e ele vendo a situação, ele se lembrou de Paulo, Paulo convertido, e Paulo estava lá na sua terra natal, em Tarso. Barnabé foi até lá, não de carro, nem de trem, nem de avião, mas a pé ou no máximo com um cavalo, certamente não, mas eles iam a pé mesmo, então ele foi chamar Paulo para auxiliá-lo, e eles trabalharam juntos um ano na igreja de Antioquia, e em Antioquia então, os seguidores de Cristo foram, pela primeira vez, chamados de cristãos.

No evangelho, nós lemos o capítulo décimo, que fala do bom pastor, hoje nós lemos 10, 22 á 30, é bonito esse texto, viu? É bom lê – lo com calma. Então Jesus, Ele continua a sua fala com os discípulos, e Ele ta falando para os Judeus também, então, Jesus vai se revelando com tudo, é só na sintonia com Ele, na sintonia com Ele fruto do segmento de fé, que é possível colher a sua revelação e tirar daí os motivos de inabalável confiança. Os Judeus que os rodeiam no porte de Salomão, no templo, eles repelem pra Ele: ‘Mas você é ou não é o Messias?’, então, Ele disse, ‘Não é tão simples só eu falar se sou ou não sou, já falei isso tantas vezes, mas vocês não conseguem compreender por que? Porque vocês não me seguem, porque vocês não me escutam’.

Então, como acontece no âmbito das relações interpessoais nossas, assim também acontece na experiência da fé, é uma questão de afinidade, de sintonia, para de fato conhecer alguém, eu preciso caminhar com ele. Então é necessário o que? Escutar a voz, Jesus sempre insiste nisso, conhecer a voz, esse conhecer que eu já falei ontem , é uma prerrogativa típica de relação interpessoal entre o bom pastor e as suas ovelhas, e esta afinidade, ela tem diretamente a ver com o que? Com a iniciativa divina, muito mais com iniciativas pessoais de acolhimento, de rejeição, é o Pai quem nos atrai, então não vamos esquecer isso nunca, nós somos reconhecidos por Jesus, somos destinatários do dom da sua vida, somos propriedade do Pai, que torna possível a sintonia que caracteriza relação de fé apaixonada e vivida. Então, é um segmento, ficar perto de Jesus que nos dá essa graça da fé e de nós, então, conhecê-los profundamente e de aceitarmos ser suas ovelhas e de Ele ser o nosso pastor.

Que a virgem estenda o manto sobre sua família, sobre você, sobre esse dia e lhe seja proteção, que a graça do altíssimo Pai, Filho e Espírito Santo envolve você na paz no ressuscitado neste tempo pascal. Abençoado dia!”

 

Em Romaria