Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Reflexão Dom João Inácio – 09-04-20

Ouça a mensagem de Dom João Inácio para esta quinta-feira Santa.

 

“Paz e benção, queridos irmãos, queridas irmãs que nos acompanham através da Rádio Brasil, Felipe, saúdo e a sua equipe.

Hoje, quinta-feira, mas é quinta-feira Santa, hoje, com toda a igreja, nós fazemos memória da instituição do sacerdócio ministerial, da instituição da eucaristia, hoje Jesus deixa o mandamento novo para a igreja e Jesus lava os pés dos seus discípulos, isso nós iremos viver de modo muito particular a noite. É um significado, é um conteúdo, é uma mística extensíssima para a igreja de modo muito particular para os padres, mas também para você que é batizado, por isso você também recebeu de Deus o sacerdócio, não o ministerial, mas você recebeu o sacerdócio para você poder, em nome de Cristo, fazer o bem neste mundo como Ele.

Então nesse dia, eu quero rezar por todos os padres, de modo muito particular, pelos padres da nossa Arquidiocese, nós temos padres bons, graças a Deus. Todos os padres também tem suas lutas, suas dificuldades, como também os bispos, como eu também. Nós somos, digamos assim, pessoas pobres, pessoas limitadas, mas a graça de Deus trabalha em nós, Deus trabalha em nós. A grande prece que eu faço hoje ao altíssimo, ao Senhor, eu gostaria que você também rezasse hoje, a grande prece que faz hoje por todos os padres, também por mim. Que nós tenhamos a coragem e por um longo período nos deixar chocar pelo Espírito Santo.

O Espírito Santo, lá no início da criação, o Espírito Santo chocou, como diz Gênesis, o caos. Depois que o Espírito Santo chocou o caos, assim como a galinha choca os ovos e ai nasce os pintinhos, assim o Espírito Santo chocou o caos e a criação foi aparecendo no falar de Deus.

Jesus, impondo as mãos, Ele também chocou os seus discípulos, Ele lhes deu o poder de poderem, em nome dele, na força dele, na presença dele, na pessoa dele exercer o ministério ordenado. Quando um padre é ordenado bispo, ao impor as mãos, ele choca,na verdade, o Espírito Santo, com a imposição, o Espírito Santo choca aquele homem para que como ele possa desabrochar padre, é o Espírito Santo que repousa sobre aquele homem quando ele é ordenado padre.Quando nós celebramos a santa missa, quando nós impomos as mãos as espécies do pão e do vinho é o Espírito Santo que choca de novo o pão e o vinho.

Então hoje eu rezo para que nós, nós padres de modo particular, que nós tiremos sempre muito tempo para nos colocar do Senhor, para que o Senhor choque a nossa vida, para que o Senhor nos prepare sempre mais para sermos como Ele, sermos bons pastores. E quero hoje também agradecer, parabenizar os padres e também agradecer os nossos padres pelo belo trabalho que fazem junto ao povo, junto a vocês, e os padres estão sendo muito criativos nesse momento tão delicado, é hora de sermos criativos, não é hora de fazer como sempre se fez, é hora de nós colocarmos aquela máxima que o direito canônico, coloca no canum 1.752, todo direito canônico deve ser relido nesses tempos de emergência a partir daquele canum, ‘Tudo em vista das almas, são das almas’.

Então que Deus, na sua grande bondade, hoje acolha a nossa oração em favor dos padres e que Nossa Senhora Mãe dos Sacerdotes cubra os nossos presbíteros com o seu manto. Ela que foi dada como mãe a João, ela que foi dada, naquele momento, como mãe de cada padre. Queria também desejar um dia muito abençoado a você e que nesse dia, você então comigo, reze pelos nossos padres e também vamos rezar para que essa situação da pandemia, possa com a graça de Deus, ser bem articulada pelas pessoas que devem fazer isso, e sempre rezemos muito pelos nossos cientistas, médicos, enfermeiros, todos os colaboradores, os nossos hospitais, todas aquelas pessoas que se ocupam dos outros que estão doentes. Que sobre todos desçam a benção de Deus todo poderoso, o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Amém! Abençoado dia.”

O Som do Sagrado